Gestação antes dos 35 anos diminui gravidade da endometriose, diz médica

da Folha Online

O ideal é que todas as mulheres gerem o primeiro filho antes dos 35 anos. Depois desta idade, os óvulos apresentam uma qualidade inferior. Isso pode dificultar as chances de a mulher engravidar e também propicia um maior risco de alterações genéticas no bebê.

As informações são da doutora Nilka Fernandes Donadio, ginecologista formada pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) e especialista em reprodução humana. “A medicina tem hoje condições de fazer diagnósticos precocemente e dar suporte para as mulheres, mas o ideal é não correr riscos e engravidar mais cedo”, afirma.

Antes de planejar a gravidez para mais tarde, a mulher precisa saber se sua saúde permite que a gestação seja adiada, alerta a médica. Donadio explica que, quando a mulher engravida ainda jovem, a incidência de câncer de mama é menor. Há também menos riscos de que a endometriose, uma das principais causas de infertilidade feminina, atinja um maior grau.

“Não que a gravidez da mulher mais jovem impeça a endometriose, mas faz com que a evolução da doença seja mais lenta, na maioria das vezes”, diz. Segundo a especialista, existem mulheres que, por questões sociais, não querem engravidar porque não tem um relacionamento estável.

A ginecologista comenta que, depois dos 40 anos, as chances de engravidar com óvulos próprios gira em torno de 5% a 10%, no máximo. Caso o ovário dessa paciente não produza óvulos suficientes ou esses não apresentem qualidade adequada, existem atualmente programas de doação compartilhada de óvulos.

“Uma paciente mais jovem, que necessita de um bebê de proveta para conseguir uma gravidez em razão de uma dificuldade econômica em fazer o tratamento, opta por doar óvulos para pacientes de mais idade cujo ovário não trabalha mais”, declara.

As mulheres com 35 anos que perceberem que vão postergar a gravidez, também têm a opção de congelar o próprio óvulo, diz a médica. Esse procedimento, contudo, deve ser realizado até 37 anos de idade, no máximo.

Escute a entrevista: http://www1.folha.uol.com.br/folha/podcasts/ult10065u454362.shtml

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s