Tempo de Mamada.

Por: Fabiola Costa

Não existe um tempo de mamada. Essa coisa de 15 minutos em um peito e 15 minutos em outro, já caiu por terra anos atrás e é logicamente incoerente.

Vamos pensar?

Se o hormônio da prolactina leva em torno de 10 minutos  para chegar ao seu pico depois de iniciado o estímulo tátil no bico da mãe.¹

Se os bebês tem padrão de sucção completamente diferentes uns dos outros. Uns mamam devagar, outros rápido demais. Uns dormem e acordam, outros mamam tudo e adormecem.

É muito incoerente estipularmos tempos de mamadas, principalmente nos primeiros meses onde mãe e bebê estão se conhecendo. Aí está o sentido da livre demanda.

Livre demanda pode não ser viver com a criança pendurada no peito, mas abrir uma possibilidade de interpretação onde entram para além do choro de fome, o choro de fralda suja, o choro de vontade de fazer cocô, o choro de vontade de trocar de posição, o choro de quero colo, e tantas outras significações que são importantíssimas nesse momento inicial da relação mãe/bebê.

Estipular regras e horários, num momento tão precoce, pode impedir a leitura materna do seu bebê.

O mais importante do tempo da mamada é:

1) Observar as características de saciedade do seu bebê.

  • Ele larga o peito depois de mamar o suficiente com cara de satisfeito?
  • Ele mama, mama e depois precisa ser acalentado para adormecer?
  • Ele mama fica satisfeito, arrota, fica tranquilo acordado e depois adormece sozinho?
  • Ele mama, pára por um tempo, depois mama mais um pouco e adormece?

Observem quantas possibilidades de satisfação nós temos, cada bebê tem a sua característica própria, permita-se conhecê-lo.

2) Observar as mamas antes, durante e depois das mamadas.

  • Toque na sua mama antes de amamentar, observe o peso dela, observe se ela tem pontos cheios, apalpe, balance.
  • Deixe os dois seios de fora durante a mamada, observe se a outra mama coteja. Sinal de elevação hormonal produção e ejeção de leite.
  • Toque na sua mama no final da mamada, observe se ela está mais leve, mais vazia, se os pontos cheios esvaziaram.
  • Observe se em outros momentos você sente pontadas no bico, formigamento nas mamas,  uma dor leve como se estivesse esticando a pele. Todos esses sinais são de decida de leite.

É importante saber que:

O bebê precisa molhar no MÍNIMO 6 fraldas por dia.

O bebê deve mamar no MíNIMO 6 a 8 vezes ao dia.

Pega correta é imprescindível para uma boa mamada.

O intervalo entre as mamadas não deve passar de 4 horas.

Observar criteriosamente as características do seu bebê é importantíssimo para o sucesso do Aleitamento Materno.

É importante primeiro esvaziar um peito inteiro para depois passar para o outro.

QUEM SABE DO BEBÊ É A MÃE. O PROFISSIONAL PODE TER ARTIFÍCIOS PARA AUXILIAR O DESENVOLVIMENTO DESSE SABER.

Lembrando que a OMS aconselha aleitamento materno exclusivo até o 6º mês e complementado até os 2 anos ou mais.

Bibliografia: ¹ Valdés, Sanches, Labbok – Manejo Clínico da Lactação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s