0

Uma música para nossa; Cria.

crescendo foi ganhando espaço
pulou do meu braço
nasceu outro dia
já quer ir pro chão
já fala mãe, já fala pai
já não suja na cama,
não quer mais chupeta, já come feijão
e posso até ver os meus traços
nos primeiros passos
tropeça, seguro, e não deixo cair

se cai, levanta,
continua a porta da rua fechada
a criança não deixo sair
da linha, da linha
reflexo no espelho, levo a emoção
a lágrima ameaça do olho cair
semente fecundou,
já começa a existir

é cria, criatura e criador
cuida de quem me cuidou
pega na minha mão
me guia

0

congresso Fadinha

0

Citação

LIVRO: O SORRIZO DA GIOCONDA – clínica psicanalítica com bebês prematuros.

Autor: Catherine Mathelin

” É na relação com ela (a mãe) que o pequenino descobrirá seu corpo e as emoções que este corpo lhe proporciona. É com ela, capturado em seu olhar, que ele se olhará, é carregado por suas palavras que pensará. Beberá seu leite para crescer, tanto quanto suas falas, e seu sorriso ou sua trsiteza refletirão para ele os estado de ânimo do mundo inteiro. A ela estará totalmente assujeitado e se humanizará docemente ao preço dessa alienação. Durante muito tempo terá o sentimento de que ambos fazem apenas um. Sem nenhum limite, tudo lhe pertencerá. Ele será ela, ela será ele, ele será este objeto que percebe, esse odor que atravessará a peça, a música dessa voz.”